DIA MUNDIAL DOS OCEANOS

Hoje, comemoramos o Dia Mundial dos Oceanos. Os oceanos constituem dois terços da superfície terrestre e são os principais reguladores térmicos do planeta, sustentam boa parte da atividade econômica no mundo e fornecem boa parte do ar que respiramos. 

O dia de hoje tem como objetivo principal chamar atenção para a importância dos oceanos e inspirar iniciativas que colaborem para a sua proteção.

Podemos traduzir os oceanos, como fonte de vida. Eles cobrem mais de 70% da superfície da Terra e contém 97% de toda a água do planeta. Cada molécula de oxigênio que respiramos, cada gota de água que bebemos, cada alimento que ingerimos, nos relaciona diretamente ao oceano. 

Diante desses números é nítido o quanto os oceanos deveriam ser respeitados. Entretanto, o colapso da pesca e a assombrosa concentração de plásticos nos oceanos mostram que não estão sendo respeitados. Em nosso país, por exemplo, apenas 0,4% de áreas marinhas são protegidas, e cerca de 80% de seu estoque pesqueiro estão ameaçados.

Os oceanos estão se afogando em plástico. Estima-se que, até 2050, o mar terá mais peso em plástico do que em peixes. E não apenas os oceanos estão ameaçados como toda vida marinha. Os animais frequentemente se sufocam com o lixo flutuante e muitos ingerem esses resíduos, confundindo-os com alimentos. 

Apesar desta perspectiva, um novo estudo publicado pela Nature oferece uma alternativa mais otimista para o futuro dos oceanos: defendendo que todo o ecossistema marinho pode ser restaurado significativamente até 2050, se a humanidade for capaz de mudar o que é necessário.

O grande desafio é minimizar o impacto que as atividades humanas estão provocando nos oceanos. A diminuição da interferência humana, é capaz de reduzir a emissão de gás carbônico e restaurar os ecossistemas que vêm sendo devastados. 

Restaurar o ecossistema dos oceanos é um grande passo e vai depender de políticas governamentais consistentes, de recursos financeiros e da continuidade no desenvolvimento da consciência, da ciência e de tecnologias.

Se nada mudar, os oceanos seguem um caminho que leva a um colapso total do ecossistema. Antes silencioso, hoje, nos mandam um sinal alto e claro: ou mudamos ou não teremos mais seus benefícios.

« Voltar ao blog

A Revita

A Revita é uma empresa recicladora de embalagens longa vida pré e pós-consumo que reintegra celulose, alumínio e plástico à cadeia produtiva de diversos segmentos industriais.
É uma desenvolvedora de soluções ambientais. Na Revita tudo sempre fica Novo, de Novo.

Quer receber notícias sobre sustentabilidade, reciclagem, entre outros?

Cadastre aqui seu e-mail!

selo FSC

A Revita possui o selo FSC®️ (Forest Stewardship Council®️ ou Conselho de Manejo Florestal). O rótulo FSC®️ no Revitacel assegura o uso responsável dos recursos florestais do mundo! Clique aqui para fazer o download da nova política FSC.