A IMPORTÂNCIA DOS CATADORES DE LIXO NO MEIO URBANO

Diversos observadores e empresas especializadas alertam sobre o impacto que o aumento da produção de lixo nas grandes cidades vem causando ao meio ambiente.

Muitos municípios, sem recursos, não conseguem priorizar o projeto de fechamento dos lixões e demais recomendações feitas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), postergando o prazo concedido para atingimento das metas esperadas.

Considerando esse cenário, é consenso geral que a reciclagem é muito importante, porque reintegra ao ciclo de diversas cadeias produtivas matéria-prima, reduzindo a necessidade da extração dos recursos naturais que alimentam as indústrias.

Por isso, enquanto consumidores, devemos praticar o descarte seletivo, separando o material reciclável do lixo comum, garantindo o aproveitamento pleno dos nossos descartes (papel, latinhas, embalagens longa vida, etc).

Todo esse material é considerado “bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda e promotor de cidadania” pela PNRS.

Mas isso não será uma realidade sem a contribuição dos catadores de resíduos sólidos!

Atuando nas atividades da coleta seletiva, triagem, classificação, processamento e comercialização dos resíduos reutilizáveis e recicláveis, esses trabalhadores contribuem de forma significativa para a cadeia produtiva da reciclagem, além de aumentar a vida útil dos aterros sanitários; e fazem de tudo para que o trabalho não pare.

Retirando do lixo seu sustento e de suas famílias, vinculados ou não a cooperativas, percorrendo as ruas das cidades ou vasculhando os lixões a céu aberto, todos os catadores, sem exceção, prestam grande serviço ao meio ambiente, população e futuras gerações.

Hoje, existem mais de 600.000 catadores no Brasil, que merecem a valorização do seu trabalho.

Na Revita, reconhecemos o trabalho dos catadores de lixo e valorizamos essa importante atividade profissional e social.

« Voltar ao blog

A Revita

A Revita é uma empresa recicladora de embalagens longa vida pré e pós-consumo que reintegra celulose, alumínio e plástico à cadeia produtiva de diversos segmentos industriais.