A NOSSA DEPENDÊNCIA DO PETRÓLEO

A civilização tal como a conhecemos está se aproximando rapidamente do fim. Isto não é a conclusão de qualquer seita religiosa, mas o resultado de uma análise criteriosa feita pelos geólogos mais importantes do mundo. Neste post decidimos falar um pouco sobre aquilo que leva o apelido de “Ouro Negro”, o petróleo.

Assim como qualquer recurso finito, o petróleo irá acabar. As estatísticas mais otimistas indicam que atingiremos o pico da produção petrolífera entre os anos de 2020 a 2035, depois a tendência é cair até ele finalmente se tornar um recurso escasso.

O uso de combustíveis fósseis tem sido um dos vilões da mudança climática, e apesar do crescente estudo sobre substitutos para o petróleo e seus derivados, nós ainda somos mais dependentes dele do que imaginamos.

Mas, é tão importante assim o petróleo? Certamente, e não só porque faz mover os automóveis, os navios, os aviões, mas, também, porque ele tem uma infinidade de aplicações e empregos, além do campo de transportes, tanto que podemos dizer que os produtos derivados do petróleo são utilizados, sob as formas mais diversas, praticamente em tudo.

As utilidades do petróleo no dia a dia abrangem muito mais que o setor automobilístico. Além de serem usados como matéria-prima dos combustíveis, os compostos derivados da substância se transformam em diversos produtos de consumo, como gás de cozinha (Gás Liquefeito de Petróleo – GLP), parafina, asfalto, maquiagens, painéis solares, poliéster, giz de cera, aspirina, meia-calça e, acredite se quiser, a goma de mascar (chiclete), tão admirada por sua textura e duração.

Como quase tudo que é amplamente explorado, o uso do petróleo traz consequências negativas à qualidade de vida do homem moderno. Essa estreita relação tem colaborado bastante para o agravamento dos efeitos ambientais no planeta como mencionamos acima.

Por ainda sermos totalmente dependentes, quase não há planos caso ele acabe. Muito pelo contrário, estamos guerreando e extraindo cada vez mais esse Ouro Negro.

O petróleo então seria um “vilão necessário”? Estamos prontos para o seu fim? O futuro está cada dia mais incerto e devemos juntos pensar rapidamente em soluções para que o planeta em que vivemos não se acabe em poucos anos.

« Voltar ao blog

A Revita

A Revita é uma empresa recicladora de embalagens longa vida pré e pós-consumo que reintegra celulose, alumínio e plástico à cadeia produtiva de diversos segmentos industriais.
É uma desenvolvedora de soluções ambientais. Na Revita tudo sempre fica Novo, de Novo.

Quer receber notícias sobre sustentabilidade, reciclagem, entre outros?

Cadastre aqui seu e-mail!

selo FSC

A Revita possui o selo FSC®️ (Forest Stewardship Council®️ ou Conselho de Manejo Florestal). O rótulo FSC®️ no Revitacel assegura o uso responsável dos recursos florestais do mundo! Clique aqui para fazer o download da nova política FSC.