DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E REVITA.

O conceito mais aceito de desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. Este conceito se refere a um modelo de desenvolvimento econômico, social e político que esteja em harmonia com o meio ambiente. 

Essa definição surgiu em 1987 na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, essa pauta foi apresentada como forma de propor meios de harmonizar dois objetivos em comum, a conservação ambiental e o desenvolvimento econômico.

Para se alcançar o desenvolvimento sustentável é preciso ter em mente que os recursos naturais que o planeta oferece são finitos e que eles vão acabar. O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) alerta que a atual superexploração dos recursos naturais está criando um enorme déficit, e com isso os níveis de qualidade de vida começarão a diminuir por volta de 2030, caso medidas imediatas não sejam tomadas.

O desenvolvimento sustentável não impede o crescimento econômico, pelo contrário ele incentiva e anda em harmonia com esse conceito. O desenvolvimento sustentável sugere, qualidade em vez de quantidade, reduzindo o uso de matérias-primas derivadas de recursos naturais e incentivando o aumento da reutilização e da reciclagem.

O desenvolvimento sustentável é importante para, por um lado, assegurar o melhor manejo dos recursos naturais de forma que eles não se esgotem, e que seja possível atender às necessidades das gerações presentes e futuras. Por outro lado, sua importância reside no fato de as práticas atreladas a esse modelo objetivarem a redução dos impactos ambientais e do agravamento dos fenômenos climáticos extremos, além de promover o alcance de uma melhor qualidade de vida às diversas populações que habitam o planeta Terra.

As ações sustentáveis são aquelas que promovem o uso equilibrado e racional dos recursos naturais a fim de se preservar o meio ambiente. A sua prática não é unilateral, e depende que todos trabalhem em união, a sociedade civil, as empresas e os representantes dos Estados. Além disso, elas podem ser desenvolvidas de forma individual ou em conjunto, e abranger desde pequenos gestos do dia a dia até ações de grande escala.

Compreendemos que alcançar o desenvolvimento sustentável não é uma tarefa a ser feita por um único grupo de indivíduos ou entidades, mas como sempre falamos por aqui, um pequeno gesto faz a diferença, as ações individuais e a avaliação da forma como agimos no cotidiano são importantes para que possamos avançar na direção da harmonia com o meio ambiente.

É pensando nisso que a Revita vem fazendo a sua parte há mais de 20 anos. Nosso objetivo é reduzir a extração de recursos naturais, oferecendo celulose sustentável, alumínio e plástico, através da reciclagem de embalagens cartonadas. 

Estamos comprometidos com a melhoria contínua dos processos de reciclagem de embalagens longa vida, o que proporciona a reutilização de matérias-primas e a redução da extração vegetal e mineral. 

Construindo um futuro mais verde e comprovando que é possível crescer economicamente de maneira sustentável!

« Voltar ao blog

A Revita

A Revita é uma empresa recicladora de embalagens longa vida pré e pós-consumo que reintegra celulose, alumínio e plástico à cadeia produtiva de diversos segmentos industriais.
É uma desenvolvedora de soluções ambientais. Na Revita tudo sempre fica Novo, de Novo.

Quer receber notícias sobre sustentabilidade, reciclagem, entre outros?

Cadastre aqui seu e-mail!

selo FSC

A Revita possui o selo FSC®️ (Forest Stewardship Council®️ ou Conselho de Manejo Florestal). O rótulo FSC®️ no Revitacel assegura o uso responsável dos recursos florestais do mundo! Clique aqui para fazer o download da nova política FSC.