BONS MOTIVOS PARA A RECICLAGEM DE EMBALAGENS LONGA VIDA

Reduzir o consumo é uma das recomendações feitas para se diminuir a poluição do meio ambiente. Reutilizar e reciclar os diversos tipos de resíduos sólidos gerados pelo nosso consumo também, pois, além de tudo, proporciona benefícios sociais, como geração de empregos e renda.

No Brasil, 98% das latinhas de alumínio descartadas após sua utilização já são encaminhadas para a reciclagem. Imaginem os benefícios que teríamos se conseguíssemos atingir meta semelhante na reciclagem de embalagens longa vida?

A embalagens longa vida são utilizadas amplamente na venda de leite, sucos, grãos e molhos, entre outros, sendo um dos diversos tipos de resíduo sólido que produzimos após consumir seu conteúdo.

Reciclagem de embalagens longa vida: por que não?

O ideal seria que a reciclagem de embalagens longa vida atingisse o mesmo patamar dos alumínios mencionados acima, pois isso faria reduzir a poluição do meio ambiente, a extração de matérias-primas virgens da natureza e o custo de produção das industrias, proporcionando a todos melhoria na qualidade de vida em geral.

Atualmente, apenas 27,1% das embalagens produzidas no País são recicladas, totalizando 59 milhões de toneladas/ano; ou seja, quase 73% das embalagens estão sendo descartadas inadequadamente no lixo.

Por ser 100% reciclável, a matéria-prima utilizada na fabricação das embalagens longa vida (75% celulose, 20% plástico polietileno de baixa densidade e 5% alumínio) é totalmente reaproveitada.

Segunda vida das embalagens longa vida

A celulose reciclada das embalagens longa vida pode ser utilizada na fabricação de itens como papel cartão, papelão ondulado, caixas de papelão, chapas, tubetes, papel toalha, papel tissue, palmilhas para sapatos e bandeja de ovos, entre outros.

Com o polietileno e alumínio reciclados, é possível produzir telhas para a construção civil, paletes, vassouras, canetas, banquetas, placas, coletores e também refratários, devido a sua capacidade de manter resistência a altas temperaturas.

Tempo de degradação: outro motivo para a reciclagem de embalagens longa vida

O tempo de degradação das embalagens longa vida, quando descartadas de maneira inadequada na natureza, é superior a 100 anos. Por isso, reutilizá-las ou direcioná-las para a reciclagem é importante para reduzir o enorme volume de lixo que atualmente enviamos aos lixões a céu aberto e aterros controlados todos os dias.

No entanto, existem algumas dificuldades que impedem o avanço desse tipo de reciclagem em nosso país. Dentre elas, podemos citar:

Ausência de serviços de coleta

Poucos municípios possuem coleta seletiva, e, os que possuem, não dão cobertura a 100% da população.

Descarte incorreto

Para que seja possível o aproveitamento dos materiais, é necessário o esvaziamento completo da embalagem e, se possível, um enxágue rápido, amassá-las bem – facilitando o transporte – e, em seguida, acondicioná-las separadamente do lixo comum até a entrega nos postos de coleta.

Reivindicar a coleta seletiva em seu município, descartar corretamente as embalagens, propagar as boas práticas entre amigos, familiares e vizinhos, pode ser um bom começo para avançarmos rumo aos benefícios mencionados.

Vamos praticá-los?

« Voltar ao blog

A Revita

A Revita é uma empresa recicladora de embalagens longa vida pré e pós-consumo que reintegra celulose, alumínio e plástico à cadeia produtiva de diversos segmentos industriais.
É uma desenvolvedora de soluções ambientais. Na Revita tudo sempre fica Novo, de Novo.

Quer receber notícias sobre sustentabilidade, reciclagem, entre outros?

Cadastre aqui seu e-mail!

selo FSC

A Revita possui o selo FSC®️ (Forest Stewardship Council®️ ou Conselho de Manejo Florestal). O rótulo FSC®️ no Revitacel assegura o uso responsável dos recursos florestais do mundo! Clique aqui para fazer o download da nova política FSC.